O Brutalismo foi uma corrente arquitetônica que defendeu a verdade estrutural das edificações, que consistia em não “maquiar” elementos construtivos tais como pilares e vigas e deixar aparentes estruturas em concreto, metálicas e afins. E se diz o ditado que “os brutos também amam”, eu afirmo por aqui que os brutos podem ser belíssimos. Os ambientes fotografados abaixo, todos com estruturas – sejam paredes, pilares ou vigas – em concreto aparente, não me deixam mentir.   O elemento concreto em seu estado bruto pode ser o grande diferencial arquitetônico e decorativo

Tags :

Oi gente! Para dar continuidade ao meu último post, resolvi abordar mais sobre o tema “CORES”, tão importante na área de decoração. Elas definem muito um ambiente e têm o dom de criar sensações. Agradáveis, alegres, aconchegantes e até mesmo frias, sufocantes e ruins. Mas o que eu realmente quero mostrar nessa abordagem é como um mesmo ambiente pode ter uma aparência diferente ao usarmos distintas cores em sua composição. Separei algumas imagens em 3D que refletem bem essa característica. Uma das propostas apresenta tons claros e neutros. O resultado

Arquiliteratura é o termo que vou usar por aqui quando for falar da arquitetura vista pelo viés literário. Adoro quando sou surpreendida, no meio de uma leitura bacana, por alguma descrição de décor, arquitetura ou seus elementos. Ou por uma impressão ou divagação sobre o tema. Das primeiras vezes que me flagrei deliciada com a situação foi durante a leitura de “A elegância do ouriço”, de Muriel Barbery. Na ocasião, a obra virou tema de dica literária lá no Bettys (link aqui) e de um dos primeiros posts do estilo

No segmento de arquitetura e design, o mês de abril foi marcado pelo Salão do Móvel de Milão. A Feira aconteceu entre os dias 14 e 19 de abril na cidade conhecida como capital mundial do design.  Considerada a maior feira do mundo no setor, movimenta a cidade, que nessa ocasião respira arquitetura e design.  Para se ter uma idéia, as vitrines das lojas de grifes  renomadas, como Prada, Gucci, Bottega Veneta, Dior, entre outras, chamam a atenção de quem passa, com referências super elaboradas ao tema decoração. A criatividade anda solta,

Já perceberam como nenhuma outra luz cria efeitos, cores e nuances tão lindos como a natural? E quando se consegue priorizar a iluminação natural na arquitetura de um ambiente, ele se torna mais agradável, vivo e… luminoso, óbvio! Mas eu diria também radiante. Depois de dar uma olhadinha nas fotos abaixo, tenho certeza de que vai ter muita gente louca pra deixar a luz entrar.  E aí, vamos iluminar? Fotos: Reprodução

1 47 48 49 50 51 Page 49 of 51

AVISO: Muitas das imagens usadas no Midá são de fontes diversas, sendo, em sua maioria, externas e, por vezes, não autorizadas. As imagens não pertecem ao blog Midá, a menos que estejam assim creditadas. Se encontrar uma foto de sua autoria publicada aqui e desejar sua remoção, por favor nos envie um e-mail que prontamente a removeremos.